Orfeu Negro é lançamento da Cervejaria Dogma no estilo Russian Imperial Stout - Foto: Divulgação/Cervejaria Dogma
Dicas Harmonizações

Inverno também é estação para beber cervejas

Quer receber dicas e acompanhar os destaques da semana no seu e-mail? Cadastre-se no Clube Cerveja & Gastronomia!

* campo obrigatório

As temperaturas caíram e o frio tomou conta de boa parte do país. Quando estamos no clima mais gelado, muita gente desiste de tomar cerveja – uma bebida geralmente relacionada ao consumo refrescante, sol e verão.

Mas entre tantos estilos é claro que tem opção que ajuda a aquecer. As chamadas “cervejas de inverno” já foram até tema de uma reportagem aqui no site, no ano passado. A principal questão que traz o aquecimento é o álcool, em geral bem elevado, acima dos 10%. São cervejas fortes, encorpadas, geralmente liquorosas na boca.

Hoje vamos sugerir mais alguns estilos que podem ajudar a espantar o frio. O primeiro deles é o famoso Russian Imperial Stout, também conhecido como RIS. Em geral, são cervejas escuras, de cor preta ou marrom escuro e espuma de cor levemente pro marrom. Têm amargor característico, com IBU entre 45 e 60 e teor alcoólico entre 7% a 12%. Não é uma regra, pois depende de cada receita, mas geralmente o amargor não é muito sentido graças ao alto teor alcoólico.

Um dos lançamentos neste estilo é a cerveja Orfeu Negro, da Cervejaria Dogma. Ela tem 12% de álcool e é vendida em latas. Na boca, a cerveja é bem aveludada e possui notas de café, chocolate, caramelo e frutas secas com nuances de baunilha. Uma ótima opção para harmonizar com sobremesas, por exemplo, como pudim e bolo de chocolate tipo Brownie.

Orfeu Negro é lançamento da Cervejaria Dogma no estilo Russian Imperial Stout - Foto: Divulgação/Cervejaria Dogma
Orfeu Negro é lançamento da Cervejaria Dogma no estilo Russian Imperial Stout – Foto: Divulgação/Cervejaria Dogma

Outro estilo muito bacana para essa época do ano é o Belgian Dark Strong Ale. Uma cerveja que varia entre o âmbar e o preto no visual e que tem entre 7.1% e 11.2% de álcool. Na boca é menos amarga do que a Russian Imperial Stout, com IBU entre 20 e 50, o que torna este estilo um pouco mais fácil de beber (na comparação com a RIS), para quem não está acostumado com o amargor. Eu gosto muito deste estilo, que muitas vezes é maturado em barril, trazendo novas camadas de sabor (principalmente quando a madeira usada é a amburana, uma das minhas preferidas com cerveja!).

Uma das marcas mais conhecidas deste estilo é a Delirium Nocturnum, aquela do elefantinho. A cerveja belga é exportadas para vários países e chega aqui no Brasil em vários pontos de venda, incluindo supermercados.

Taça de Delirium Nocturnum tem cor avermelhada no estilo Belgian Dark Strong Ale - Foto: Divulgação/Delirium
Taça de Delirium Nocturnum tem cor avermelhada no estilo Belgian Dark Strong Ale – Foto: Divulgação/Delirium

Conhece alguma dessas cervejas? Experimente e compartilhe o que você achou aqui nos comentários. Sua experiência pode ajudar outras pessoas!

Responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *