Filme "Dor e Glória" e Cervejas da Croma são os destaques da coluna de cinema desta sexta-feira
Cinema no Cerveja e Gastronomia

Cinema: Dor e Glória

Quer receber dicas e acompanhar os destaques da semana no seu e-mail? Cadastre-se no Clube Cerveja & Gastronomia!

* campo obrigatório

Pedro Almodóvar é um cineasta incrível. Seu jeito de contar histórias é único e só de ver algumas cenas você já identifica o filme que foi gravado por ele. Eu me apaixonei pelas “películas” dele quando vi “Tudo Sobre Minha Mãe”. A partir daí comecei a ver vários filmes dele – um mais interessante do que o outro.

O último filme em cartaz, “Dor e Glória”, fala do mundo do cinema de uma forma muito pessoal. Veja na dica desta semana da coluna de cinema do site Cerveja & Gastronomia.

Pedro Almodóvar e Antonio Banderas nos bastidores da gravação de "Dor e Glória" - Foto: Divulgação/Manolo Pavón/El Deseo
Pedro Almodóvar e Antonio Banderas nos bastidores da gravação de “Dor e Glória” – Foto: Divulgação/Manolo Pavón/El Deseo

Antonio Banderas é o protagonista do filme. Ele interpreta um cineasta em declínio, que sofre vários problemas psicológicos, entre eles a depressão e a melancolia. Nesta fase ele começa a se confrontar sobre as escolhas que fez durante toda a vida, desde a infância, a chegada à Espanha, o primeiro amor etc. Em cada fase ele pensa como poderia ter sido se ele tivesse escolhido de forma diferente.

O filme tem ainda Penelope Cruz, que faz o papel da mãe de Antonio Banderas. Ela está ótima no papel e é dela o meu momento preferido do filme. Eu não vou detalhar muito para não estragar a surpresa, mas vou dar uma dica. Repare na cor dos olhos da mãe dele durante todo o filme. É uma sacada genial que só poderia ter vindo de Almodóvar.

Penelope Cruz também está no elenco de "Dor e Glória" - Foto: Divulgação/Manolo Pavón/El Deseo
Penelope Cruz também está no elenco de “Dor e Glória” – Foto: Divulgação/Manolo Pavón/El Deseo

“Dor e Glória” tem um “quê” de autobiográfico. Muitas das histórias vividas pelo cineasta no filme também fizeram parte da vida de Almodóvar. É um retrato bem ilustrado de como é a mente de um gênio – que muitas vezes sofre mesmo em meio ao sucesso.

O filme tem relação com a própria história do diretor Pedro Almodóvar - Foto: Divulgação/Manolo Pavón/El Deseo
O filme tem relação com a própria história do diretor Pedro Almodóvar – Foto: Divulgação/Manolo Pavón/El Deseo

Ficou curioso? Veja o trailer e corra aos cinemas:

O que beber?

A dica de cerveja desta sexta está nos lançamentos da Cervejaria Croma, de São Paulo. Eles lançaram quatro latas, duas delas produzidas primeiramente dentro do BrewPub que fica na Vila Madalena, ou seja, foram testadas e agradaram o público. Essas são a Thunder e a Simple Man. As outras duas latas são inéditas: 4 Billion Keys e Green Force #8.

Ao todo são 2 Juicy Ipas, uma Double Juicy Ipa (tem mais álcool do que a Juicy Ipa) e uma Double New England Ipa.

A Thunder é turva, com lúpulos mais cítricos, o que deixa a cerveja com sensação bem refrescante. Ela tem 8% de álcool. A Simple Man já vai pro perfil das frutas tropicais, por causa do uso de lúpulos como o Citra e o Amarillo, que leva a cerveja para aquele tom de maracujá. Ela tem 7% de álcool.

Cervejas Thunder e Simple Man são lançamentos da Cervejaria Croma - Foto: Divulgação/Cervejaria Croma
Cervejas Thunder e Simple Man são lançamentos da Cervejaria Croma – Foto: Divulgação/Cervejaria Croma

A 4 Billion Keys é a mais alcóolica de todas: tem 8,2% de álcool. A cerveja é feita com uma combinação secreta de quatro lúpulos em dry hop, o que traz um perfil cítrico, com corpo aveludado. É uma cerveja bem aromática, por conta do processo de fabricação. Por último, a Green Force #8 tem 7,2% de álcool e é feita com o lúpulo El Dorado, o que traz um aroma frutado de melão, limão e nectarina. Como toda boa Juicy Ipa, tem um perfil mais cítrico e refrescante, mesmo tendo uma alta quantidade de álcool.

4 Billion Keys e Green Force #8 têm lúpulos especiais - Foto: Divulgação/Cervejaria Croma
4 Billion Keys e Green Force #8 têm lúpulos especiais – Foto: Divulgação/Cervejaria Croma

Toda sexta-feira você vai encontrar, aqui, nesta coluna, uma indicação de filme e de um rótulo de cerveja. Mas quais os critérios para a escolha dos filmes e das cervejas? Veja aqui como é feita a nossa coluna semanal. Você também pode ler as colunas anteriores.

E o que você achou deste filme e da cerveja? Escreva aqui nos comentários e compartilhe sua opinião com a gente!

Responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *