Falke em alemão significa "falcão" - Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia
Dicas Mercado Viagens

Falke Bier inaugura Casa Falke em Belo Horizonte

Quer receber dicas e acompanhar os destaques da semana no seu e-mail? Cadastre-se no Clube Cerveja & Gastronomia!

* campo obrigatório

Novo espaço reúne as cervejas da marca com pizzas e empanadas da Pizza Sur


Quem estiver visitando Belo Horizonte e gostar de cervejas artesanais tem mais um endereço para conhecer. Além dos espaços dedicados à cerveja da Backer, Wals e do próprio Mercado Cervejeiro e da Casa Sátira, em Nova Lima, agora a capital tem um novo espaço: a Casa Falke.

O lugar não poderia ser mais central: fica no bairro São Pedro, perto da Savassi, na rua Major Lopes, 623. O espaço foi reformado e ficou bem amplo. São dois ambientes – um interno, fechado, e outro aberto, bem ventilado e espaçoso. O projeto é do arquiteto Júnior Piacesi, sempre talentoso. Na inauguração, as mesas e cadeiras foram retiradas e o resultado é o que você vê na foto: casa lotada!

Espaço externo é amplo e bem ventilado - Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia
Espaço externo é amplo e bem ventilado – Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia

Na entrada, a imagem que representa a Falke Bier: um falcão estampa a porta da câmara fria, onde a cerveja fica gelada antes de ser servida, diretamente do tanque para a taça.

Falke em alemão significa "falcão" - Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia
Falke em alemão significa “falcão” – Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia

Impossível visitar e não tirar uma foto com o famoso falcão! Eu não resisti!

Arte feita com o símbolo da Falke na porta da câmara fria - Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia
Arte feita com o símbolo da Falke na porta da câmara fria – Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia

Nas torneiras, 15 cervejas produzidas pela Falke Bier na fábrica, que fica em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de BH. A cervejaria, que completa 15 anos agora em 2019, está investindo na produção de novas cervejas.

Na Casa Falke são oferecidas 15 opções de cervejas produzidas pela Falke Bier - Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia
Na Casa Falke são oferecidas 15 opções de cervejas produzidas pela Falke Bier – Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia

As comidinhas do bar ficam por conta do pessoal da Pizza Sur. Para quem não conhece, é uma pizzaria de Belo Horizonte criada por um argentino. A pizza é quadrada e tem massa fininha com recheio equilibrado. No restaurante deles há uma pizza de pimenta biquinho…. vale experimentar demais! Eles também servem empanadas deliciosas. A de carne e a de frango são as minhas preferidas!

As pizzas e empanadas serão produzidas pela Pizza Sur - Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia
As pizzas e empanadas serão produzidas pela Pizza Sur – Foto: Gleison Barreto Salin/Cerveja & Gastronomia

Sabores que combinam perfeitamente com as cervejas. vale até uma brincadeira quando visitar com amigos: cada um pede um estilo de cerveja e vai experimentando para ver qual fica melhor com cada sabor de pizza ou empanada!

O que beber?

Eu tenho minhas preferidas da Falke. A primeira que tomei é a Monasterium, uma cerveja muito especial, maturada ao som de canto gregoriano (é mole?!) e muito saborosa, com alto índice de álcool e pouco amarga (tem 18 de IBU). É uma cerveja do estilo Tripel, feita da mesma forma que nos mosteiros belgas.

Outro rótulo que eu gosto muito é o Red Baron, uma Vienna Lager avermelhada e deliciosa. É uma cerveja bem maltada que eu gosto muito de harmonizar com pizza, por exemplo, que tenha um tom mais picante como pepperoni ou calabresa.

Dos novos rótulos, dois chamaram minha atenção: a Fly Away, uma Brut Ipa (eu sei… eu estou viciado neste estilo) e Merlin, uma Juicy Ipa muito equilibrada e com amargor bem persistente.

Quando passar pelo bar, marque a gente nas suas fotos! #cervejaegastronomia e compartilhe as suas dicas sobre o local aqui nos comentários!

4 COMENTÁRIOS

  1. O lugar não está respeitando o horário de silêncio. Por ser um bar aberto numa área residencial é preciso respeitar a lei do silencio. Os frequentadores conversam na maior altura até a madrugada, atrapalhando os vizinhos. Temos crianças e idosos que precisam dormir cedo. Hoje dia de jogo do Brasil está insuportável, colocaram uma televisão na parte externa do bar com o volume no máximo e as pessoas ficam gritando.
    Já denunciei para a polícia e vou pedir que todos os vizinhos também o façam.
    Se não há respeito não pode continuar aberto.

    • Olha só, fica o alerta da Flávia para quem visitar o local. Quando fui, em duas ocasiões, não tinha tanto barulho, mas não eram dias de jogos, portanto não tenho como falar sobre o barulho.

Responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *